1 de abril de 2011

                  As pessoas mudam. E as suas prioridades também.